A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert by Joël Dicker

Que dizer deste livro, hum…? Muitas personagens, várias linhas de história, um grande amor.

As personagens têm pouca dimensionalidade, seja por demérito da escrita, seja porque o escritor, na sua ânsia de iludir o leitor, guarda muitos detalhes sobre vários personagens para depois. O preço é que esses personagens, por páginas e páginas, são decorativos, meros nomes em frases, quase inúteis.

Quanto às linhas de história, as que são guardadas para depois são tanto mais artificiais quanto mais tarde aparecem na narrativa; as voltas e reviravoltas (e são várias) são impostas aparentemente mais pelo desejo do escritor afirmar que “afinal não sou previsível”, à custa de uma narrativa que poderia ser mais coesa ou mais densa.

O grande amor – do qual seja o autor, sejam os vários personagens, sempre vão dizendo que foi um “grande” amor, não nos sente que seja grande ou fatal ou transcendente… não há sentimento ou emoção, não há “coração”.

Quando comecei a ler o livro, tinha lido a sinopse, mas não tinha lido qualquer critica ao romance e não vi a série – por isso não tinha qualquer ideia pré-concebida sobre o livro.
Li o livro de uma assentada, tipo, são 650 páginas, pessoas! e li em 24 horas porque queria saber o que acontecia a seguir.

Por isso, que dizer deste livro, hum…? Muitas personagens, várias linhas de história, um grande amor. O resto… decidam vocês.

View all my reviews


da Contracapa:

Verão de 1975. Nola Kellergan, uma jovem de quinze anos, desaparece misteriosamente da pequena vila costeira de Nova Inglaterra. As investigações da polícia são inconclusivas.

Primavera de 2008, Nova Iorque. Marcus Goldman, escritor, vive atormentado por uma crise da página em branco, depois de o seu primeiro romance ter tido um sucesso.

Junho de 2008, Aurora. Harry Quebert, um dos escritores mais respeitados do país, é preso e acusado de assassinar Nola, depois de o cadáver da rapariga ser descoberto no seu jardim.

Meses antes, Marcus, discípulo de Harry, descobrira que o professor vivera um romance com Nola, pouco tempo antes do seu desaparecimento. Convencido da inocência de Harry, Marcus abandona tudo e parte para Aurora para conduzir a sua própria investigação.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.