Pavlova de Amêndoa com Curd de Limão

Parece que cá em casa, Pavlovas só em festivos… a última que fiz foi no Natal – e estava excelente, por sinal.

Mas quis fazer um ninho de Páscoa mas de merengue é que me estava mesmo mesmo a apetecer, por isso agarrei na receita de pavlova que já tinha e fiz metade e improvisei 🙂 depois foi decorar com amêndoas e raspas de chocolate; estéticamente o resultado ficou assim digamos que (aham) artesanal, mas a pavlova está um mimo!

A Pavlova enfeitou uma mesa de Páscoa singela e deliciosa: borreguinho assado no forno com batatinha e salada verde, acompanhado de Lambrusco tinto.

uma santa Páscoa para todos 🙂


20170416_123118_web20170416_13553120170416_122920_web


~Ingredientes ~

Merengue
6 claras (temperatura ambiente)
250 g açúcar branco
1 c.chá extrato amendoa (opcional, podem aromatizar com o que quiserem)
pitada de sal
c. café rasa de cremor tártaro (em substituição, uma c. sobremesa de vinagre)

Lemon Curd
6 gemas
90-100g açúcar
raspa de 1 limão
90 ml de sumo de limão
30 g de manteiga fria, em cubinhos


20170416_122819_web


Merengue – Pré-aqueça o forno no 160º C.
Coloque as claras na taça da batedeira, coloque o acessório de varas e ponha a bater em velocidade média 20 segundos… adicione o cremor tártaro e a pitada de sal. Suba o velocidade para o máximo e bata o tempo necessário para o merengue formar picos suaves; adicione o açucar  e deixe bater até o merengue estar firme, liso e com muito brilho; está pronto quanto já não se sentir os grãozinhos de açúcar.
Em papel vegetal, desenhe 1 circulo de 18 cm de diâmetro; vire o papel ao contrário (para o merengue não tocar na tinta). Monte o ninho dentro do circulo. Ponha o merengue no tabuleiro, leve ao forno, e baixe imediatamente a temperatura para os 120º-130º C (nos fornos de gás, ponha no mínimo – idealmente controle a temperatura com um termometro de forno); deixar assar por 1h45m e uma vez terminado o tempo desligue o forno e deixe ficar o merengue no forno a arrefecer durante umas 4h sem abrir a porta. Mais do que assar, o merengue irá secar. É boa ideia fazer esta parte da pavlova de véspera e à noite, assim quando terminar de cozer, desliga-se o forno e deixa-se o merengue no forno toda a noite.

Lemon Curd – ponha uma tigela em banho-maria; na tigela misture as gemas com o sumo e a raspa dos limões e com o açúcar. Vá mexendo até as gemas engrossarem. Não deixe o fundo da tigela tocar na água a ferver ou podem aparecer “ovos mexidos”. Retire do lume e passe o curd por um passador fino para remover as raspas e obter um creme liso. Incorpore a manteiga, poucos cubinhos de cada vez, quando terminar cubra a superfície do creme com película aderente para não criar “côdea” e reserve no frigorífico.

Dica: se não gosta do cheiro a “ovo”, deve passar todas as gemas por um passador fino de modo a remover a pele que as envolve antes de começar a fazer o creme.

Para montar, ponha o curd de limão dentro do ‘ninho’ e enfeite com amêndoas, raspas de chocolate ou outros elementos de Páscoa a gosto.

A Pavlova deve ser guardada no frio.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s